17 de julho de 2018

O dia 17 de Julho e 'O Diário de Myriam"


Olá, leitores.

Para você, desde já, deixo um abraço com carinho e um desejo de muita luz nas suas caminhadas de hoje.

Preparei esse post de última hora, mas nem por isso deixa de ser importante. Acontece que há poucos dias recebi da Darkside o livro "O Diário de Myriam", com os relatos de  uma garota que estava vivendo os infortúnios de um longo período de guerra na Síria. No livro, que também foi apresentado no Fantástico, a garota relata com melancolia e tristeza, Às vezes num tom saudosista, os sustos e aflições de viver num período em que a guerra começava e só crescia a cada dia.


Hoje é dia 17 de julho, e durante minha leitura me deparei, coincidentemente, com o momento do livro em que Myriam relata o primeiro momento de tensão (dos muitos que viriam) da sua vida. O registro desse momento é também datado de no dia 17 de julho, no ano de 2012. Isso me fez refletir sobre o agora, neste meu dia calmo, ao lado de minha família, na paz da rua lá fora. Isso me fez pensar que, enquanto estou escrevendo e até mesmo às vezes reclamando durante esse dia, há pessoas desejando viver toda essa calmaria que eu tenho. Por isso, é um motivo para me fazer agradecer por tudo o que tive hoje. Pelo amor, pela paz, pela proteção do meu cantinho.

E você, já agradeceu?

Se ainda não, imagine o que estava fazendo no dia 17 de julho de 2012. Estava em guerra dentro de casa, dentro de si? O seu país estava em guerra?


Era um dia de terça-feira, 17 de julho de 2012. Por aqui, estava vivendo minhas férias. Me preparando para fazer o último ensaio como modelo fotográfico. No início de um relacionamento amoroso. Estava descansando bastante, pois o primeiro semestre na faculdade começou tranquilo, e terminou como um aviso do que viria pela frente. Foi muito cansativo. Mas proveitoso e brilhante. Estava vivendo também minhas novas amizades, a conquista de ter, finalmente entrado na faculdade. No Brasil, não se via nenhuma notícia sobre guerra, embora a violência nos bairros estivessem estampadas nas capas de jornais e fossem notícia nos noticiários locais. 

Enquanto isso, na Síria, iniciava-se uma guerra. E em vários lugares, famílias sofriam com o caos, com as primeiras bombas lançadas de uma guerra que aconteceria a partir do dia seguinte, reivindicado pelo exército Sírio de Libertação. Os atentados cada vez mais violentos se estendem a Damasco e Aleppo (norte). 

Para saber mais sobre a Guerra na Síria você pode pesquisar os noticiários e também fazer a leitura de "O diário de Myriam", um emocionante relato de uma garota que viu uma grande guerra começar e como consequência, viu toda sua infância feliz, enterrada nos escombros que restaram da guerra.

Em breve, resenha do livro.
Texto escrito a partir dos relatos do livro e do G1, "Os principais acontecimentos do mundo em 2012".
Bjão, com Carinho.♥️

16 de julho de 2018

[NOVIDADE] 'TODO O TEMPO DO MUNDO', NOVO LIVRO DE MAURÍCIO GOMYDE


Olá, gente do amor! ♥️

No dia 12 de julho o autor nacional Maurício Gomyde finalmente divulgou a capa de seu novo livro, intitulado "Todo o tempo mundo", que já está em pré-venda no site da Saraiva. Quem me acompanha no perfil do instagram, provavelmente presenciou nos meus vídeos momentos de euforia, após ver o resultado da capa. Em conversa com Gomyde, o autor revelou informações especiais sobre o livro e eu trouxe em primeira mão para você.

Se você ainda não viu, segue a capa do em alta resolução:


O último trabalho inédito apresentado por Maurício Gomyde foi SURPREENDENTE, um livro sobre os clichês que envolvem o mundo dos cinemas, com toques de romance, amizade, drama e aventuras. Lançado pela Editora Intrínseca, em 2015, o livro logo se tornou um desejo dos leitores no mundo literário, encantando um grande número de pessoas que esperavam ansiosos pelo lançamento. Se houve comentários negativos? Com certeza. Mas os positivos superaram e logo o livro se tornou sucesso. 

Três anos depois, Gomyde nos apresenta "Todo o tempo do mundo" e uma das grandes novidades, como muitos já devem ter percebido, é que o livro será lançado pela Editora Astral Cultural, com blurb de Carina Rissi e arte de capa por Marina Avila. Mas as surpresas não param por aqui.

O livro já está em pré-venda na saraiva, e quem for para a Bienal do livro de São Paulo terá a chance de garantir seu exemplar e autografá-lo, antes mesmo dos livros chegarem às prateleiras das livrarias de todo o Brasil. Portanto, se você for à Bienal, não esqueça de passar no estande da Astral cultural para pegar seu autógrafo e tirar uma foto - e até gravar aqueles vídeos só para não perder o costume. Gomyde estará todos os dias no local.


"Todo o tempo do mundo" narra a história do personagem Victor Pickett, um rapaz que é capaz de viajar no tempo em questão de segundos, minutos ou até mesmo por horas. A depender do seu estado de espírito, ele pode viajar para o passado ou simplesmente seguir para o futuro. E no meio disso, um grande mistério a ser desvendado. Quando perguntei ao Gomyde sobre o que o leitor pode esperar do novo livro, o autor foi enfático ao dizer que é "uma história nova, fresca e cheia de reviravoltas e emoções.". Ele também contou sobre as questões abordadas na narrativa:
"É um livro que trata das seguintes questões de fundo: 'O que nos torna realmente felizes ou tristes? É possível ser feliz sozinho? O quanto nossa vida é guiada por momentos de felicidade e tristeza?' E tudo entrecortado por uma incrível história de amor cheia de desencontros e reencontros." _Maurício Gomyde.
O livro tem pouco mais de 350 páginas e tem uma narrativa que de certa forma apresenta algo novo nas histórias do autor. Os textos de Gomyde são sempre cheios de emoção, valorização da amizade, do amor familiar, de questões relacionadas à vida e nossas atitudes. Quem leu seus livros anteriores, certamente sabe do que estou falando. Em "Todo o tempo do mundo" esse olhar romântico em relação à vida continua presente, bem como o tom dramático de suas narrativas, no entanto, teremos um toque de fantasia também, com um personagem capaz de se deslocar no tempo. 

Segundo Gomyde, o que mais o influenciou a escrever a história de Victor Pickett foi seu gosto pelas narrativas que possibilitam que seus personagens viajem no tempo. O autor reconhece que muitas histórias sobre isso já foram escritas, mas garante que o texto tem seu diferencial. 
"Então, me apoiei naquela máxima, 'Escreva igual, só que diferente'. Pensei então num mote que poderia ser original, e me veio a ideia de um personagem que volta no tempo sempre que fica muito feliz; e que avança no tempo sempre que fica muito triste. Isso gerou uma série de situações inusitadas e bacanas, proporcionando desencontros constantes que vão se afunilando até que a trama explode num reencontro que se torna inevitável.", finaliza. 
Sobre o espaço onde o desenrolar da trama acontece não nos resta dúvidas de que o Brasil está em primeiro lugar. No entanto, assim como o personagem é capaz de viajar no tempo, faremos também uma viagem para fora do Brasil.
"É um drama que se passa no sul do Brasil e em Buenos Aires, e tem cheiro e sabor de vinhos e espumantes", diz Gomyde.
Estou mega ansioso para fazer essa leitura. E você, já conhece o autor? Leu seus livros ou tem curiosidade de conhecê-los? Deixe suas impressões nos comentários e compartilhe essa novidade.

https://www.saraiva.com.br/todo-tempo-do-mundo-10278189.html

Maurício Gomyde mora atualmente em Brasilia com a esposa e as filhas, gosta de tocar bateria nas horas vagas e já teve seis livros publicados. O primeiro, "O mundo de vidro", em 2011, em seguida "Ainda não te disse nada", "O rosto que precede o sonho", "Dias melhores para sempre" - todos eles produção independente. Em 2014 a Novo Conceito Lançou "A máquina de contar histórias" e em 2015, a Intrínseca comprou os direitos de "Surpreendente!". Esse último também foi traduzido para Portugal, Espanha e Lituânia. 
Bjão, com carinho ♥️

15 de julho de 2018

15 DE JULHO, UM DIA PARA EMMA E DEXTER


Não importa o que aconteça amanhã, sempre lembrarei de hoje."
♥️


E é com uma das frases mais marcantes dessa história de amor igualmente marcante, que eu inicio o texto de hoje.
Saio do dia 15 de julho de 2018 contar uma história sobre o dia 15 de julho de 2012, sobre uma história de amor que teve início no dia 15 de julho de 1988.
Encontrar Anne Hathaway e Jim Sturgess estampados na capa de um livro numa das livrarias que mais frequento na minha cidade foi uma sensação de querer muito forte., misturada à euforia de saber do que se tratava a história, que além de ter uma cara linda, um título convidativo, trazia como protagonista uma das atrizes internacionais que mais admiro. Inicialmente, foi o fato de vê-la na capa do livro o que me motivou a a levá-lo para casa no mesmo dia. E depois de ler percebi que foi uma das leituras mais envolventes que já fiz, fruto de uma leitura às cegas, de uma decisão acertada. Os personagens marcantes e complexos, bem como suas personalidades discutíveis, me deram a chance de refletir sobre o rumo que meu relacionamento tomaria naquele período; me deram a chance de refletir sobre minhas atitudes e sobre como o ser humano é capaz de evoluir como pessoa e tornar-se uma pessoa melhor como o passar do tempo. Mas, acima de tudo, o livro me apresentou uma história de amor tão real, cheia de diálogos marcantes, engraçados e inteligentes. E por "falar" em realidade, a data de hoje não me deixa mentir. Diante de todos os dias memoráveis no mundo, o dia 15 de julho saiu das páginas de um livro para ser UM DIA  especial na nossa realidade também. 

Declaro aqui todo meu amor a essa história, que me deu de presente personagens que provavelmente ficará marcado por muito tempo. 

Leia outros posts sobre Emma e Dexter e o livro UM DIA:

♥️ RESENHA DO LIVRO (2012)

GIFS E FRASES

"O que quer que aconteça amanhã, tivemos o hoje. A não ser se nos encontrarmos no futuro. Não terá problemas. Seremos amigos."

"E assim ela foi embora, e Dexter se viu sozinho naquela viela lateral tentando imaginar o que fazer a seguir. "



"Quando a possibilidade de um relacionamento entre eles se esfarelou, Emma lutou para se proteger diante da indiferença de Dexter."



Beijo, com carinho ♥️

12 de julho de 2018

25ª Bienal do livro e mais ♥️


Olá!

Antes de mais nada, perdão pela falta de postagens nos últimos dias, mas basta chover e minha internet decide que quer descansar. Portanto, não desistam de mim. EU SEMPRE VOLTO!

É o seguinte! Vamos conversar sobre a 25ª Bienal do Livro de São Paulo. Esse ano realizarei o sonho de estar presente nesse evento tão especial, que reúne editoras, autores e leitores de todos os lugares, com apresentação de palestras, entre outras programações. Essa será minha primeira bienal na grande São Paulo e marca minha volta à cidade, que é minha segunda casa - a última vez em que estive lá foi em 2013 - portanto, quero seja um momento especial. 

Durante todo esse tempo com o blog (e agora instagram) tive o prazer de conhecer muitas pessoas bacanas, que se tornaram especiais,  por isso quero aproveitar essa oportunidade de abraçá-las. Infelizmente, sei que não é possível encontrar e reencontrar a todos por diversas razões, incluindo o tempo, mas gostaria de conhecer o máximo possível. 
Estarei em São Paulo do dia 03 ao dia 07 de agosto. Então, se você for para a Bienal, me deixa um alô nesse post, e vamos curtir esse evento lindo juntos! ♥️ Aguardo seu "Olá". 


E por falar em livro e Bienal, você sabe que o tenho um Instagram do blog e que ele serve para divulgar minhas leituras, fazer comentários sobre como está sendo a leitura, e para anunciar as resenhas e postagens que faço aqui. Mas e também espaço para fazer SORTEIO

No dia 25 de junho, o perfil Vida & Letras no instagram completou 4 anos e assim como aconteceu aqui no Blog, também planejei sorteio por lá. E não é apenas um sorteio, são dois. Com kits de livros para todos os gostos. Portanto, fica aqui meu convite parta a sua participação. E para conhecer meu cantinho também.




É isso, um beijo com carinho e até mais.
♥️

6 de julho de 2018

HQ 'UMA DOBRA NO TEMPO': UMA ADAPTAÇÃO DE HOPE LARSON


Olá
♥️

Há alguns meses se me perguntassem qual das edições de livros da Darkside eu mais gosto, eu poderia apontar várias sem ter uma favorita. No entanto, isso mudou quando a editora lançou a HQ de UMA DOBRA NO TEMPO, adaptação de um clássico da fantasia e da ficção científica, de Madeleine L'engle. Essa sem dúvidas passou a ser minha edição favorita, de todas as edições maravilhosas lançadas.


Uma dobra no tempo é uma história de fantasia e ficção científica lançada originalmente em 1962. Em 2017, a Editora Harper Collins publicou o primeiro livro (e continua publicando a continuação) que foi adaptada para o cinema. E além de ir para as telonas, também contou com um lindo trabalho de adaptação e ilustração, de Hope Larson, com tradução de Érico Assis, para compor uma história em quadrinhos lançada pela caveirinha do amor ♥️ 

Numa noite escura, quando uma tempestade ameaça cair,  Meg e seu irmão mais novo, Charles Wallace, vai até a cozinha para fazer um lanche. Durante uma conversa com o irmão, e em seguida com a mãe, a lembrança do pai e os questionamentos sobre o seu sumiço fica mais forte. As pessoas acreditam que o Sr. Murry morreu, embora os meninos, a Sra. Murry e os irmãos gêmeos, Sandy e Dennys, acreditem que ele esteja vivo. Mas essa noite, Meg e Charles, ao lado de três figuras peculiares, e mais um companheiro inesperado, vão embarcar numa viagem por lugares que nunca imaginariam passar e vão descobrir as respostas para seus questionamentos: o que seria um tesserato (na noite passada a Sra. Murry ficou muito nervosa quando falou essa palavra)? Será que isso tem a ver como o sumiço de seu pai e a falta de notícias dele? Quando eles partem para uma aventura espacial e especial, partimos juntos com eles para tentar descobrir o que aconteceu com o Sr. Murry. Será que ele realmente morreu? Se não morreu, porque sumiu sem deixar notícias? O que poderá ter acontecido? 

Poder acompanhar as aventuras desses personagens foi muito especial. Uma dobra no tempo é, além de tudo, uma narrativa sobre a vida, sobre o que  nos movimenta, sobre como podemos viver em paz se aprendermos a lidar com as diferenças, a respeitar o espaço do outro e, acima de tudo, a olhar para dentro de si e para o outro. É também uma história de auto-conhecimento e aceitação. Unir uma história tão rica a um trabalho tão lindo e igualmente rico como o de Larson só trouxe mais brilho para o texto de L'engle. E quem ganha somos nós, leitores. 

Quando uma imagem se encaixa perfeitamente ao texto, traduzindo o estado de espírito dos personagens nas diversas cenas e nos diferentes tipos de emoção não tem como não dar certo. E foi isso que aconteceu com a HQ de UMA DOBRA NO TEMPO: deu muito certo. Traços e cores se uniram para apresentar os personagens da história e a complexidade deles, além de mostrar cenários fiéis às descrições contidas no texto original. 


Um dos traços mais lindos da HQ é, coincidentemente, do meu meu personagem favorito, o garotinho Charles Wallace. Sabe quando um personagem te escolhe? Foi o que aconteceu. Sempre que me deparo com uma cena dele fico em paz e emocionado. É um personagem tão encantador, em todos os sentidos, que consegue extrair de mim um sentimento especial. O desenho acima é um dos meus favoritos e acredito que registra muito bem essa cena, e comprova a qualidade do trabalho do ilustrador. 

Além da ilustração impecável, não posso deixar de comentar a edição do livro como um todo. É um clichê falar sobre a beleza e o cuidado com as capas e edições de livros da Darkside, mas é preciso enaltecer. Totalizando 390 páginas, a HQ tem um trabalho de capa cheio de detalhes marcantes e que chama a atenção do leitor. Cores lindas, detalhes brilhantes (até mesmo na lombada), lateral com auto-relevo e uma tradução impecável. O texto está muito confortável de ser lido e realmente entrega para o leitor o essencial da história. 

Ter uma HQ como essa na sua estante é mais do que ter mais um livro, é ter um trabalho de arte feito com cuidado e com carinho para que você possa aproveitar o melhor do conteúdo e ter uma experiência de leitura única. Espero que você leia e termine a leitura tão encantado e apaixonado como eu.

Um b-jão, ♥️
com carinho.
© Vida e Letras | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger