30 de julho de 2018

3 de 5: Série 'Uma Dobra no Tempo', de Madeleine L'engle


Olá! ♥️

Como vai de leitura? Está pronto/ está pronta para algumas dicas?

Sucesso absoluto de crítica internacional, Uma dobra no tempo, bem como os livros seguintes da série de fantasia e ficção científica de Madeleine L'engle, é sucesso no Brasil. Desde o seu lançamento no nosso país, quem lê a narrativa entende o por quê de fazer história até hoje.


Lançados pela Editora Harper Collins, os três primeiros livros da série Uma Dobra No Tempo (Uma dobra no tempo, Um Vento à porta e Um Planeta em seu Giro Veloz) é sucesso entre leitores de todo o país. Os livros contam com uma grande quantidade de críticas positivas sendo muito bem comentados entre os leitores e cumpre o que promete: entrega tudo o que o leitor espera de um livro de fantasia e ficção. Três dos cinco livros da série já foram publicados (o quarto livro está em pré-venda), portanto reuni os três primeiros livros num só post, para comentar as principais temáticas de cada um e minha opinião sobre eles.

A série tem um enredo voltado para questões que afligem e que atingem a humanidade de alguma forma, trazendo questões de valores humanos muito bem desenvolvidos dentro de universos paralelos muito bem traçados para a narrativa. O texto apresenta diálogos inteligentes e personagens complexos assim como a narrativa em si, que pede ao leitor mais atenção durante a leitura e provoca nele questionamentos mais profundas sobre os assuntos abordados em cada livro. Isso pode incomodar, mas também tem um ponto positivo. Vendido como um livro para o público infanto-juvenil, em momento algum subestima a capacidade do pequeno e do jovem leitor. 

Os livros trazem questões das relações humanas, mas também as relações que você tem com o lugar onde vive, com seu universo - particular e do que está ao seu redor. Cada um se aprofunda num tema diferente - relacionado aos valores -, e vai se completando a cada história.

O primeiro livro, intitulado UMA DOBRA NO TEMPO:


O livro primeiro livro nos leva numa viagem pelo universo, a encontros com séries de outros dimensões, com o diferente, com o novo, até voltar a ser o "aqui e agora". Temos como destaque Meg e Charles Wallace, dois personagens complexos, irmãos unidos e com uma grande sintonia entre eles. Juntos, tentarão encontrar o pai que seguiu para outra dimensão, para testar uma coisa chamada "tesserato", e desapareceu misteriosamente. Com a ajuda do amigo Calvin e de uma criatura bem peculiar, os irmão partirão numa jornada pelo tempo e pelo espaço para tentar descobrir onde está o Sr. Murry. Nessa aventura conheceremos uma Meg insegura com seu jeito de ser, seu físico, um gancho para se discussão sobre uma aparência. Uma frase me tocou muito e resumiu muito sobre superficialidade do olhar do ser humano.
"Não sabemos, como você diz, da aparência das coisas - respondeu a criatura. - Sabemos como as coisas são. Imagino que seja muito limitante este ver."
Nesse livro você encontra assuntos como: bullying, preconceito, respeito às diferenças, auto-aceitação, entre outros. 

O segundo livro, intitulado UM VENTO À PORTA:


A história continua, porém anos depois dos irmãos terem voltado para casa. Esse livro pouco cita os acontecimentos do anterior, mas continua trazendo aventuras por universos paralelos e complexos, abordando temas importantes e reflexivos como já dito. O foco desse livro está em Meg, que tenta resolver a situação de Charles Wallace na escola - lugar onde ele sofre bullying constantemente -, a partir de uma conversa com o diretor da escola, que deveria tomar providências para evitar os infortúnios pelos quais o garoto passa no ambiente escolar. No entanto, Charles fica muito doente e Meg agora embarca numa viagem para dentro do irmão, para entender porque as farandolas e mitocôndrias de Charles estão funcionando tão bem. A beleza que está nessa união entre os dois irmãos é emocionante, trazendo um toque não só de amor entre irmãos, mas também entre semelhantes e a importância de saber se adaptar às diversas situações e lugares no mundo.
"(...) As pessoas sempre são hostis com quem é diferente.
- Até que se acostumem - disse a médica."
Nesse livro você encontra: bullying, empatia, diálogo sobre as diferenças, questionamentos e reflexão sobre o que é real, amor ao próximo, ideia de que o 'amor' cria, o bem e o mal.

O terceiro livro, intitulado UM PLANETA EM SEU GIRO VELOZ


Dos três, "O Planeta em seu giro veloz" é, ao meu ver, o mais complexo de todos. Neste livro contaremos com Gaudior, um unicórnio, e teremos o foco em Charles Wallace, na tentativa de impedir que uma guerra que pode destruir o planeta aconteça. Nesse volume, as coisas acontecem anos depois dos acontecimentos do livro anterior. Meg, é uma mulher adulta, seus irmãos gêmeos estão na faculdade, Charles Wallace já tem 15 anos e segue numa viagem no tempo, em cima do unicórnio para tentar descobrir em que momento a humanidade se perdeu e as guerras e lutas entre irmãos começaram. Quando digo que esse é o livro mais complexo de todos, tenho como justifica que ele faz uma viagem no tempo, apresenta muitos personagens através de fatos históricos - o agora, misturando-se ao hoje. Charles Wallace adentra pessoas do passado para tentar, com a ajuda de uma antiga runa, mudar alguns eventos trágicos que aconteceram. Em que momento a humanidade se transformou num caos? Encontrar um Pode-Ter-Sido, um momento do passado em que todos os momentos que se seguiram até o presente podem ser mudados, poderá salvar o futuro da Terra - esse pequeno planeta em seu giro veloz.
"As escrituras dizem que Deus ama todo homem. Está nos Salmos. Ele ama meu povo, tal como ama você, se não, não é Deus."
Nesse livro você encontra: passagens bíblicas, respeito ao próximo, guerra entre irmãos, respeito às diversas religiões, respeito às etnias, injustiça.    

São livros enriquecedores mesmo com as complexidades já mencionadas, presentes em cada um dos livros. Cada diálogo e questionamento presentes no texto faz com que o leitor reconheça o quanto são assuntos atuais. A série foi publicada nos anos 60, mas muito do que está aqui pode muito bem se encaixar no hoje, no agora. E dentre todas as diferenças de temas abordados em cada volume da série, temos três coisas comuns a todas elas: o tom poético da narrativa, questões filosóficas e questões religiosas. Todas essas características são encontradas em cada livro até aqui.

O quarto livro da série, MUITAS ÁGUAS, já está em pré-venda e o lançamento está previsto para o dia 15 de agosto. Então, se ainda falta ler algum livro ainda dá tempo. As edições estão lindas, as capas, as cores; a diagramação também está impecável, assim como a tradução de Érico Assis.










Bjão,
♥️ 

9 comentários:

  1. As coisas nunca se tornam fáceis para esses dois irmãos, não é? Fiquei com muita vontade de ler, porque pelo que você descreveu no post, parece ser muito a minha cara. Primeiro, porque gosto muito de histórias que abordam universos paralelos. Além disso, parece conter críticas sociais sensatas, o que é raro hoje em dia pois os autores atuais têm essa necessidade gritante de emergir nas pautas sociais discutidas atualmente pelo fato de elas terem se tornado muito populares e de acesso fácil. Essa necessidade muitas vezes acaba forçando a barra, tornando essa interação política-social uma grande apelação! O que eu percebi na sua descrição é que autora não se encaixa nesse perfil apelativo, é uma verdadeira preocupação da parte dela plantar a reflexão na cabeça do leitor, isso é uma linda atitude para tentar tornar o mundo melhor. Outro ponto que gostei muito e que me deixou com ainda mais vontade de ler é que aborda os ensinamentos de Deus, eu sou cristã. E para fechar com chave de ouro, você disse que a narrativa tem um tom poético, filosófico, e eu amo isso nos livros, pois facilita ainda mais a chance de você tirar da leitura bons ensinamentos para a vida. Obrigada pela dica ;)
    Espero que tenha uma boa semana! Au revoir.

    https://alegoriaprimavera.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu sou daquelas que só descobre o livro depois que o filme é lançado e esse livro foi um desses casos rs
    Eu ainda não assisti ao filme, muito menos li o livro, mas pelo que você colocou aqui, parece ser o tipo de história que eu adoraria ler e assistir. Adoro histórias que me fazem viajar.
    Adorei que os livros tratem assuntos como bulliyng, respeito, empatia, diálogo sobre as diferenças... são sempre assuntos bons para serem abordados, não importa onde.
    E ai...essas capas são muito maravilhosas!!! Tô completamente apaixonada. Mesmo que a história não me interessasse, acho que compraria só pra ter essa beleza toda na minha estante rs

    Bom dia!

    Segue anexa a 19ª parcela referente ao Parcelamento do DAS da empresa CETEC, com vencimento em 31/07/2018.

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/


    ResponderExcluir
  3. Oi! Como você mesma disse, apesar de ser literatura juvenil, não subestima a capacidade dos jovens. Percebi isso apenas por sua resenha que cita os temas e formas de abordagem. Ótimas dicas!

    ResponderExcluir
  4. Deve ser uma série incrível, e apesar de ser de um gênero que não é um dos meus favoritos, com certeza eu quero me arriscar nessa leitura. A temática dos livros e os temas que permeiam cada estória muito me interessam. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  5. A premissa de Planeta em seu Giro Veloz me lembrou um pouco o filme Efeito Borboleta (a parte em que o protagonista vai para o passado e tenta mudar eventos do futuro). Esse foi um dos filmes mais complexos que já vi, então imagino o quão complexo deva ser esse livro e todos os outros da série. Aliás fiquei impressionada com todas as temáticas abordadas, como o bullying, aceitação das diferenças, entre outras tão pertinentes em nossa sociedade (e nota-se como as obras eram importantes, foram feitas nos anos 60 e continuam atuais).

    ResponderExcluir
  6. Essa série me chama a atenção, muitos amigos meus já leram e se apaixonaram pela história. Gosto também bastante das capas e um dia vou me aventurar na leitura.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. Oi Diego, tudo bem?

    Ultimamente tenho visto muitas pessoas falando a respeito desta série e tenho muita vontade de realizar a leitura. Apesar de não ser um gênero que leio muito, são obras que me despertam curiosidade. Não sabia que abordavam tantos assuntos importantes e proporcionavam reflexões a cerca disto, com certeza é um ponto que me deixa mais animada para lê-los. Os 3 estão com um preço super baixo na Amazon e depois desse post preciso deles.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Diego! Aaaaaaaaaaaai, eu amo essa série! Desde o primeiro, fiquei louca pela trama, pelos personagens, pela primo de edição que a Harper trouxe. Eu já li os dois primeiros, mas vou comprar os outros dois logos juntos - a verba me faltou antes haha
    Acho a escrita da Madeline incrível. Ela tem o poder de nos envolver na trama, com temáticas tão atuais, ainda que escritas tantos anos antes. Confesso só que não vi o filme. Pelo trailer já dava pra ver as mudanças e não tive coragem de estragar um livro que tanto amei.
    Adorei ver mais alguém amando Uma Dobra no Tempo! Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem Diego?

    Eu acho essa série maravilhosa, estou curtindo muito e também gostando demais essas lindas edições que a Harper está publicando. Estou louco para chegar no último volume logo, pois estou curtindo a escrita da L'Engle.
    Abraço!

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"

© Vida e Letras | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger