15 de março de 2018

Assista 'Com amor, Simon' (Love, Simon)



Olá,

Ontem (14) foi dia da pré estréia de "Com Amor, Simon", em Salvador, e eu tive o prazer de estar presente para assistir ao filme adaptado do livro de Becky Albertalli, "Simon vs. A Agenda Homo Sapiens"- no Brasil publicado pela Editora Intrínseca em fevereiro de 2016. Foi maravilhoso ver o que estava escrito ganhar som e imagem, com um elenco repleto de jovens talentosos que não deixaram a desejar.
Simon (Nick Robinson) é um adolescente de 17 anos, tem uma família bem estruturada, amigos inseparáveis e aparentemente leva uma vida comum. No entanto, ele sofre por guardar em segredo o fato de ser gay. Quando descobre que não é o único na escola a esconder sua condição, após ler a declaração de um colega até então desconhecido, o garoto passa a trocar e-mails com ele, que se identifica como Blue, e isso acaba nutrindo uma paixão entre os dois. Mas quando Martin, um dos alunos da escola, consegue ler os e-mails - por conta de um pequeno descuido de Simon - decide chantageá-lo. E então, as coisas ficam mais complicadas do que deveriam.
Um dos pontos altos de Com Amor, Simon é a leveza com a qual a questão da homossexualidade é tratada; é leve e é natural. Mas isso não se restringe apenas ao filme, como também ao seu texto de origem. A essência do que está nas páginas do livro consegue estar presente também em cada cena e no resultado final do longa. Revele-se para você mesmo e esteja pronto para encarar o mundo é uma das coisas pelas quais você poderá pensar quando entrar na casa, na vida de Simon, e viver suas amizades e suas aflições. Aflições não por não aceitar sua condição, pois esse não é o caso, mas por simplesmente não saber o momento exato de se revelar para as pessoas que amam. O medo de decepcioná-los, o medo de as pessoas não gostarem de quem ele é.

E essa é uma realidade de qualquer ser humano: todo mundo quer ser aceito no meio onde vive, ninguém gosta de se sentir deslocado. A gente quer mesmo saber que o outro gosta de quem a gente é. Com Simon não é diferente. E Nick Robinson conseguiu representar muito bem os disfarces de seu personagem.



A importância da família e dos amigos (que também podem ser como uma família) é enaltecida na trama, principalmente para os momentos difíceis pelos quais Simon vai passar na história. Seu abraço é essencial porque ela é nosso lar, nossa base e apoio. E isso faz do filme uma atração não só para o adolescente, mas para a mãe, o pai, os tios, os avós. E em matéria de representatividade, o filme - que apresenta semelhanças, mas também diferenças em relação ao livro - não deixa a desejar. Temos a forte presença de atores negros, que não estão apenas à sombra do protagonista, mas caminhando junto a ele.

A contextualização é excelente. A troca de e-mails, o uso das redes sociais e a maneira como ela é utilizada pelos jovens da atualidade (como meio de interação, de denúncia e até de ofensa) forma um retrato perfeito da adolescência da atualidade. A vida dos adolescentes na escola, as futilidades, os absurdos também estão bem representados e acompanhados de uma trilha sonora bem atual, digna de ser apreciada. Você poderá encontrar No, de Meghan Trainor, a Jackson 5.

É impossível que você assista ao filme e não lembre da sua primeira paixão e daquele medo comum a todas as pessoas que se deparam com um sentimento até então desconhecido. E não importa se você é gay, hétero, bissexual. Essa imersão que você fará através dos sentimentos de Simon, que te fará lembrar daquele primeiro momento com a pessoa porque foi ou é apaixonado poderá te fazer perceber que o amor é para todos, assusta a todos, não importa o sexo. Assim como a dor, as decepções também estão aqui para qualquer pessoa.

Uma das coisas que senti falta no filme foi as trocas de e-mail entre Simon e Blue. Não que não tenha existido, mas o grau de intimidade e as mensagens mais profundas e sentimentais ficaram de fora, então não dá para ver o quanto os dois garotos possuem uma afinidade maior. Isso é mais intenso no livro e provavelmente funcionou melhor.

Love Simon é uma história sobre descobertas e aceitação. Mas também é uma história sobre amor e sobre como esse sentimento é capaz de nos manter de pé nos momentos de adversidade. É sobre como o amor é capaz de nos preencher quando pensamos estar sozinhos.
"Todo mundo merece uma grande história de amor."
Sutil, engraçado e dramático na medida certa, Com Amor, Simon trata da relação homoafetiva de forma leve, longe do lugar trágico e estereotipado de algumas histórias que abordam o assunto e escorregam feio. Esse é um filme para você assistir rindo, suspirando de amor, mas atento às mensagens presentes em cada gesto e atitude dos personagens na trama. É para a família, um desafio para aqueles que ainda não se libertaram da doença chamada preconceito. Tem muitas questões a serem discutidas e repensadas.

Fiquei muito satisfeito com o que assisti e indico muito que vocês apreciem a grande estréia do filme, que acontecerá no dia 05 de abril nos cinemas de todo o país. Vale a pena conferir. Mas enquanto você espera, assista ao trailer e fique com um gostinho de quero mais (compre um Oreo para acompanhar):

    


Se gostou deixe seu comentário e mostre para seus amigos. Quem sabe ele possa gostar também?!

Um b-jão, volto logo

29 comentários:

  1. Parece ser bem interessante!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monyque! Além de interessante é divertido e fofo.
      Bjux.

      Excluir
  2. Estou ansioso para assistir esse filme, amei sua resenha porque ela me tirou uma grande dúvida (sobre como seria representado a troca de mensagens, se haveria muito texto na tela quebrando o clima e tals)... Acredite, era a minha maior preocupação rs

    Sucesso... Continue escrevendo esses textos incríveis e postando fotos fofos.

    Abraço
    www.samueloranjee.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Samuel!
      Essa coisa do e-mail é essencial né? Se não tivesse perderia toda a graça.

      Bjão.

      Excluir
  3. Parabéns pela resenha, ficou bem clara e objetiva!
    Apesar de eu não ler assistir a esse gênero, o protagonista é um gato! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado,
      O Simon é um gato mesmo, e adoro o ator.

      Excluir
  4. Já sabia que alguma coisa ia falhar, esses e-mails são o essencial para a história, são esses e-mails que explicam a relação tão forte deles...
    Estou ansioso para ver o filme, mas tenho receio de me desiludir, é que eu AMO o livro, li-o duas vezes.
    O filme ainda não tem data de estreia aqui em Portugal =/

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Na verdade não chega a ser uma falha, mas os melhores emails poderiam ser destacados de um jeito melhor.
      Que pena que aind anão tem data aí em POrtugal... Mas quando estiver vá assistir porque é lindo.

      Excluir
  5. Oi, Di

    Eu nunca me interessei pelo livro, por isso não assistirei ao filme no cinema. Não é algo que eu pagaria para assistir, sabe? Pois não faz meu estilo. Mas não descarto assistir quando chegar na TV à cabo ou na Netflix.
    Apesar de não curtir, acho bacana que cada vez mais enredos como esse estejam ganhando as telas do cinema. A gente sabe que não é todo mundo que lê, mas muita gente precisa se sentir representado. Então acho um filme válido. E que bom que foi uma experiência bacana! <3

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tami.

      Pelo menos quando chegar em casa você assiste. Espero que goste.
      Bjux.

      Excluir
  6. Já tinha ouvido falar sobre o livro, mas não sabia do que se tratava. Achei bem interessante, mas agora para vero filme tenho que ler o livro antes.
    kkkk'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh fica minha dica para ver o filme e ler o livro também!
      Bjão.

      Excluir
  7. Ai, como esse blog é lindo <3. Aliás, amei real esse post! Cada vez que ouço falar nesse filme eu fico um pouco mais curiosa pra assistir e pela resenha, o filme não decepcionou em nada mesmo. Queria ler o livro antes, mas não sei se vou me aguentar não HAHA mas mesmo que assista antes, pretendo ler o livro de qualquer jeito pra ter a experiência completa. Amei o post!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi!
      Espero que você leia e você assista. O livro é tão bom, que se você pegar pra ler um dia você ler em dois e dá tempo. O filme ainda será lançado dia 05.

      Bjão.

      Excluir
  8. Que blog mais sensacional 😍😍😍
    Eu nao conhecia esse filme mas ja me atraiu muito através de sua resenha mega detalhada.
    Obrigada por compartilhar conosco e irei assistir.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju! Muito obrigado você pela visita e elogios. Espero que leia/veja o filme e goste.
      Bjão.

      Excluir
  9. Oi Diego! Os livros da autora são muito elogiados e estou ansiosa para ler Simon em breve e já ver o filme na sequencia. Que sorte já ter visto. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Oi Diego! Há séculos venho nutrindo a vontade de ler o livro, principalmente, depois que anunciaram o filme. Infelizmente, ainda não li, mas sigo querendo. E quero muito ver o livro e seu texto me deixou com mais vontade ainda. Imagino um filme tão querido! Vou correr pra ver. Parabéns pela crítica. Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderExcluir
  11. Gente, já quero assistir esse filme! Amo filmes com esta pegada!!! Quero para ontem!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Di!
    Apesar de não ter curtido muito o livro, eu estou louca para assistir essa adaptação. Pelo trailer eu vi que vai ser bem legal.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Assisti ao trailer e achei muito bom, sensível e divertido ao mesmo tempo, gostei muito e provavelmente vou assistir, mas só quando puder ver em caso porque a verba para cinema aqui é bem limitada

    ResponderExcluir
  14. Oi Diego,
    Eu estou muito empolgada para ler este livro e talvez por este motivo não tenha pressa de assistir ao filme.
    Adoreia sua resenha do filme, da pra perceber o quanto você gostou rsrrs
    La meu IG do @pocketcultura em parceria com o @_milcaretas esta rolando um sorteio do poster deste filme e boton.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá Diego!
    Eu não sei se estou mais ansiosa para assistir ou ler o livro. Mas tenho certeza pelas várias criticas positivas de que ambos são lindos. Gostei muito da sua resenha ♥

    Te acompanho pelo insta, mas essa é a primeira vez que visito o blog. E ele é lindo, viu? Vou voltar mais vezes, com certeza!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Diego!
    Resenha muito boa. Confesso que não veria o filme nem leria o livro, pois não parece bem meu tipo, mas depois de uma resenha dessa, cara, fiquei com vontade.
    Vamos ver, se eu mudar de ideia, aviso :D

    ResponderExcluir
  17. muito interessante, não sei se assistiria, mas valeu por essa dica!

    ResponderExcluir
  18. Oi Diego, tudo bem? Você como sempre trazendo posts incríveis. Acredito que ser aceito é algo que todos nós queremos independente qual nossa opção sexual. Queremos ser aceitos pela família, pelos amigos, na escola, no emprego... Por mais que tenhamos convicção de quem somos e o que queremos sempre aparece aquele frio na barriga, sempre pinta aquela insegurança e a pergunta "será que vão gostar de mim"? Por que nos preocupamos tanto com que os outros irão pensar de nós? Por que nos restringimos tanto à opinião alheia? Me pergunto isso todos os dias. As vezes precisamos ter mais confiança em nós mesmos, saber da nossa capacidade e ir em frente mesmo com frio na barriga. Nós nos aceitarmos e buscar nossa melhor versão deveria nos bastar concorda? Mas porque isso não acontece? Beijos da corujinha, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  19. Oi Diego!!
    Eu nem conhecia o livro até começarem a filmarem rs
    Vi muita gente que foi nessa pré-estreia e que gostou bastante do filme. Eu não sei vou conseguir ver, já que sempre tento assistir as adaptações, mas vou fazer uma forcinha.
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Conheci seu blog hoje e já estou amando tudo!

    As cores são tão lindinhas que eu já me senti em casa com esse nível de fofura, hahaha. E meu deus, estou tão ansiosa para assistir Simon! Já marquei de ir com uma amiga e eu espero gostar tanto quanto você. Pelo jeito está bem fiel ao livro e como eu gostei bastante acho que vou acabar curtindo o filme também. :D

    Beijo!
    http://prateleiracolorida.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Diego, tudo bem?

    Confesso que não sabia muito do livro antes do filme começar a ser produzido e ganha mídia em seu lançamento. Quando assisti ao trailer tive a certeza que deveria ler a obra, pois é o tipo de narrativa que adoro. Acho que para quem está no lugar do Simon, encontrar o momento certo para revelar as pessoas quem ele é, deva ser difícil e queria saber se o personagem estava preocupado com os "e se". Vou comprar o livro e lê-lo, e depois quero assistir a adaptação!

    Beijos!

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"

© Vida e Letras | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger