8 de janeiro de 2018

E. Lockhart e sua 'Fraude Legitima'.



Diziam para mim que a autora e. Lockart é espetacular na construção de suas narrativas, de seus enredos e finais inesperados. Quando me falavam sobre ela, me davam como referência o livro "Mentirosos" e toda a empolgação possível que tivesse para falar sobre ele. Na verdade, ainda hoje escuto coisas ótimas sobre a autora e seus livros. E eu finalmente pude entender e concordar com cada elogio empolgado que ouvi.

Não li "Mentirosos" ainda, mas perdi o fôlego com "Fraude Legítima", livro que também foi publicado pela Editora Seguinte.

★★★

No enredo de uma narrativa não linear, Lockhart nos envolve numa trama intrigante, cheia de por quês e grandes surpresas. Nos apresenta Jule West Williams, uma mulher misteriosa, sobrevivente obstinada, capaz de se adaptar a qualquer lugar e situação; e nos apresenta também a Imogen Sokoloff, "herdeira em fuga, em busca de liberdade.

Enquanto uma se recusa a ser o que esperam dela, a outra se recusa a ser quem foi no passado.

Certo dia, Imogem pula de uma ponte, em Londres, e deixa a grande amiga Jule West sem chão. Ambas tinha uma relação justa de respeito, amor e união, até que a grande tragédia muda a vida de West, que nunca foi uma garota tão comum. Misteriosa e cheia de segredos, West é capaz de fazer coisas que talvez ela mesma duvide. Uma hora aqui, outra ali; uma hora com maquiagem, outra sem. Quem é Jule West?

Uma amizade intensa e uma fraude capaz de transformar - e destruir - vidas. Será que uma pessoa é tão ruim quanto suas piores ações?
"- [...]Nossa personalidade não é somente uma. É uma adaptação.
- Está dizendo que eu parei de representar a mim mesma?
- Ou agora está representando de outra maneira. Existem diferentes versões do eu."
Esse livro se revelou uma ótima surpresa para mim, ano passado. Eu realmente esperava que fosse tudo o que diziam e foi. Ele me surpreendeu de forma positiva e marcou meu primeiro contato com a narrativa da autora.  E que narrativa! 

Fraude Legítima explora um tipo de narrativa pouco comum - de trás para frente - e isso facilita no surgimento de surpresas a todo momento. É um texto fluído e arriscaria dizer incomum também. Tem o ritmo de um filme de ação e consegue ser surpreendente - por sinal, vai virar filme logo mais, aguardem.

Uma das coisas que mais me chamaram atenção é que não há demora em explicações e incentiva o leitor na busca de respostas para tantas lacunas que são deixadas o tempo inteiro. Além disso, desafia a ideia de fragilidade feminina a todo instante, através dos diálogos entre as amigas, as lembranças da personagem principais e seus questionamentos.
"Sua vida era cinematográfica. Ela brilhava sob a luz dos postes (...) Sim, era verdade  que ela era violenta. Até mesmo brutal. Mas esse era seu trabalho (...).
O grande trunfo de Fraude Legítima é a complexidade da personagem principal e não ser narrado em primeira pessoa com certeza foi um ponto positivo, já que conhecer o pensamento da personagem poderia prejudicar a surpresa do mistério. Você saberá que a protagonista não é digna de confiança, mas ainda assim torce para que ela consiga causar o estrago que deseja. West é uma personagem extremamente egoísta, inteligente e calculista. E bastou destacar tais características para lembrar do - grande - talentoso Ripley e sua trama bem feita e suas várias personalidades, que causaram a surpresa nos telespectadores que assistiram ao filme (adaptado da obra de mesmo nome, escrita por Patricia Highsmith) nos anos 90.

O perigo em "Fraude Legítima" está na confusão que a história contada de forma não linear é capaz de fazer. Você não começa convencionalmente do início, você simplesmente parte de um ponto da história e segue caminho juntando os pedaços, tentando desvendar os mistérios. São muitas informações, muitas hipóteses que pode bagunçar a mente do leitor. Mas vale a pena ler até o final, tudo se encaixa. É uma leitura rápida, dinâmica e divertida, mesmo não sendo engraçada de fato.

Comparações, lembranças e confusões à parte, FRAUDE LEGÍTIMA te prende do início ao fim e desconstrói a imagem construída da fragilidade da mulher sempre à sombra, sendo salva pelo grande herói. Um livro cuja adrenalina é concentrada nas ações de uma mulher à frente e não à margem.

PS: Me aprofundar a falar da história seria correr um sério risco de spoiler muito grande. Preferi então destacar os pontos importantes e que acredito que empolga e surpreende o leitor. Há muitas surpresas na trama, vale a pena vivê-las.

Um Bju meu,
com carinho

 



19 comentários:

  1. Olá, Dih.
    Eu já vi tantas resenhas positivas sobre essa obra que ainda não sei porque não li ainda. Acho que tenho certo receio de ler livros com descobertas, sai da minha zona de conforto, por isso ainda não li Mentirosos, mesmo com tantas indicações de blogueiros de que seja um dos melhores livros da autora. Vou anotar a dica e torcer para enfim perder o medo e ler realmente a história.
    Beijo!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Ah!! Amo narrativas meio de trás pra frente, onde vai explorando os acontecidos e a gente precisa lidar com as informações, o autor dá a informação e precisamos saber o motivo.
    Nunca li nada da autora, Fraude Legitima, é um livro que me deixou bem curiosa quanto a história dele.

    ResponderExcluir
  3. olá , tudo bem ? com toda essa empolgação e elogios para autora não tem como não querer ler esse livro, vou ler por primeiro a fraude legitima. Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Olá, que resenha maravilhosa ein!
    Eu ouço falar muito desse livro mas nunca tinha parado para ler uma resenha, e a sua ficou muito boa, bateu até uma curiosidade haha

    Ótimo Trabalho!

    Ritch, Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Ainda não li nada do autor, mas sempre ouço muitos comentários em relação a sua escrita e fico bem curiosa. Desde que vi o lançamento desse livro estou curiosa, agora lendo sua resenha fiquei ainda mais. Gosto de livros que possuem essa confusão e vão nos envolvendo nas suas tramas, um ponto mais do que positivo, com toda certeza. Sua resenha ficou maravilhosa, Parabéns!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Diego! Eu to louca para ler esse livro. Eu AMEI a escrita da Lockhart em Mentirosos - por sinal, leia haha - e estou louca por esse. Eu adoro a construção que ela faz dos personagens e a forma como ela conta a história. E se for tão surpreendente quanto o outro, vou amar! Pelo o que você falou, a narrativa desse deve ser igual a do outro também! Eu adorei a sua resenha e ela só me deixou com mais vontade de ler esse livro! Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiiie,
    Eu já tinha ouvido falar desse livro inclusive me recomendaram ele, ainda não parei pra pesquisar muito sobre ele sobre a autora etc, mas me disseram que é um livro ÓTIMO e que eu deveria ler logo kkkkkkkkk,enfim, você fez uma ótima resenha do livro e até me ajudou a entender mais dele =)

    ResponderExcluir
  8. Oiii Dih

    O mais legal na Lockhart é que ela é uma autora que foge da mesmice, a gente sempre encontra algo incomum nas histórias dela, seja no enredo, seja no modo de narrar ou seja em seus personagens. Li O Histórico Infame de Frankie Landau Banks e apesar de não estar entre meus livros favoritos fui completamente enfeitiçada por como Lockhart conduziu o enredo para uma história original, bem diferente do que aparentava ser de inicio. Essa reviravolta na trama é oque conquista a gente. Quero ler Fraude Legitima, mas só depois de conferir Mentirosos, um livro que não paro de ouvir falar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  9. oi, da autora só conhecia Mentirosos (que ainda não li mas quero). Achei bem diferente essa coisa da história ser contada de trás pra frente, fiquei bem curiosa pra ver como foi isso. Espero ter a oportunidade de ler antes que o filme chegue aos cinemas, porque quero assistir com certeza, só pelo enredo em si..

    ResponderExcluir
  10. Oi, Dih!
    Menino, todo mundo ficou louco com esse livro, mas eu não tenho tanta vontade de ler. Na verdade acho que é com a autora mesmo; não bate o pingo de interesse hahahaha Acontece nas melhores famílias isso
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Olá!!

    Achei bem diferente a narrativa e fiquei com vontade ler..

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  12. Oi Diih
    Já li vários comentários sobre este livro, e ele é o tipo de enredo que me atrai e me deixa curiosa. Se eu tiver oportunidade lerei.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie Diih =)

    Estou com esse livro para resenhar, porém infelizmente não sei se vou conseguir expressar em palavras o quando a leitura foi arrastada e frustrante. Gosto muito dos livros da E Lochart, mas esse foi uma decepção.

    Beijos ;***
    Ane Reis. | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  14. Já tinha ouvido falar de Mentirosos, mas esse até então não. Parece ter uma narrativa bem diferente, gosto de livros que não seguem uma linearidade e confesso que fiquei bastante curioso. Adorei sua resenha

    Abraços
    desconstruindooverbo.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Mentirosos não me pegou muito, mas Fraudes Legítimas está conseguindo me deixar cada vez mais curiosa a cada resenha, gosto demais de livros que parecem bem confusos, mas que no fim as coisas vão se encaixando

    ResponderExcluir
  16. Oie Dii, tudo bem? Primeiramente quero comentar sobre esta capa!! Eu passei alguns minutos tentando entender se foi você ou se é do proprio livro essas penas jogadas por cima, um efeito maravilhoso..
    Se eu fosse escolher um livro pela capa.. SERIA ESTE!

    Sua resenha é maravilhosa, fiquei muito mais interessada em ler mesmo não conhecendo a autora.
    xoxo

    ResponderExcluir
  17. Oi, Di! Tudo bem? Esse livro é maravilhoso, né? E a protagonista é muito sambista. Me enganou tanto hahahaha Mas enfim, é uma leitura muito boa. Mentirosos é inferior a ele. Em minha opinião, é claro.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, Di.
    Confesso que li só uma parte do post e me justificarei (pq sou dessas): amei Mentirosos, mas acho que se soubesse qualquer vírgula da história antes da leitura, teria estragado muito muito minha experiência. Posso estar enganada, mas acho que o mesmo se aplica a Fraude Legítima! Então... me contento em saber que você perdeu o fôlego e aguardo ansiosamente pelo meu, que ganhei no sorteio! :)
    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice?

    ResponderExcluir

"Agora que você já leu, que tal participar deixando seu comentário?"

© Vida e Letras | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design
Tecnologia do Blogger